Como Socializar Cães?
1 de setembro de 2016
Apoquel: A Nova Solução Para Tratar as Alergias de Seu Filho Pet
3 de outubro de 2016
Exibir Tudo

Tosse dos Canis

O Que é Tosse dos Canis?

A Traqueobronquite Infecciosa Canina, popularmente conhecida como Tosse dos Canis é uma doença que vem causando preocupação constante em quem possui um filho pet e até mesmo em quem está pensando em adquirir um novo membro para a família. Também chamada de traqueíte, essa doença afeta principalmente os cães, mas pode ser transmitida para humanos e outros animais domésticos.

A tosse dos canis é muito comum, principalmente em filhotes que possuem contato direto com cães contaminados. A baixa resistência do pet recém-nascido e a alta exposição em canis faz com que a doença atinja com mais facilidade os pequenos.

No entanto, é importante salientar que pontos como hospitais veterinários, parques para cães, pet shops, e centros de adoção também podem ser abrigos para os causadores dessa doença.

Como a Tosse dos Canis Afeta os Cães?

A doença é causada pelos vírus Adenovírus Tipo 2, Parainfuenza Vírus e pela bactéria Bordetela Bronchiseptica. Após ser transmitida, a tosse dos canis pode demorar cerca de 10 dias para se manifestar, por isso é necessário estar atento em tosses e espirros, seguidos da perda de apetite e do desanimo em seu filho pet. Em casos mais graves o cão também pode apresentar febre alta.

Os objetos de pets contaminados, como brinquedos, vasilhas e bebedouros não devem ser compartilhados com outros animais, uma vez que a tosse dos canis é altamente contagiosa. Também é necessário evitar o contato direto com outros cães e até com seres humanos, principalmente crianças, até o final do tratamento.

Como Prevenir?

O período de inverno, assim como para os humanos, é mais propício para que a doença se manifeste e prolifere entre os cães, a baixa resistência e o frio faz do cão um alvo fácil para os agentes. A vacinação anual é a principal forma de evitar o contágio. A tosse dos canis pode causar a morte de seu pet, por isso é necessário estar atento às vacinas e aos locais que seu cão costuma frequentar.

Sua transmissão ocorre pelo ar, logo, para evitar que a doença atinja os recém-nascidos, é recomendado que filhotes não sejam expostos até que estejam com todas as vacinas em dia. Já os donos de cães mais velhos devem estar sempre atentos ao surgimento de qualquer um dos sintomas.

Cuidar do Pet Como Um Filho

Assim como os humanos, os pets precisam de cuidado especial quando estão doentes. Quando detectada, a tosse dos canis deve ser tratada com medicamentos, inalação e hidratação. O tratamento irá variar de acordo com o nível em que a doença se encontrar, além disso, é necessário o acompanhamento profissional por parte de um veterinário.

O estresse também pode agravar os sintomas da doença, sendo assim é importante evitar que o pet seja colocado em situações estressantes ou que seja provocado caso não queria participar de brincadeiras.

Recomendações Finais

Mantenha a carteira de vacinação do seu pet sempre em dia, evite deixar para última hora. Para não esquecer, agende com antecedência e marque na agenda de seu pet todas as vacinas necessárias.

Caso perceba que seu cão não quer se alimentar e perdeu o interesse pelas brincadeiras favoritas é recomendado buscar ajuda com nossa equipe de veterinários, para que o tratamento seja iniciado o quanto antes.