Conheça a Importância dos Condroprotetores na Saúde de Seu Cão

Vantagens de Inserir o Ômega 3 na Dieta de Seu Pet
18 de outubro de 2016
Nesta Páscoa posso oferecer chocolate ao meu Pet?
8 de abril de 2019
Exibir Tudo

Conheça a Importância dos Condroprotetores na Saúde de Seu Cão

Doenças Articulatórias Comuns nos Cães

Os cães são, em sua maioria, animais ativos e sempre dispostos a brincar e se divertir. Conforme os cães envelhecem seus donos tendem a perceber maiores dificuldades por parte do animal durante esses exercícios comuns. Isso acontece devido ao curto período de vida de um cão. Assim como nós humanos, os cães após certa idade começam a desenvolver problemas articulatórios e vão aos poucos perdendo a resistência e o fôlego.

Os cães tendem a desenvolver sérias doenças articulatórias durante seu crescimento, essas doenças nem sempre possuem uma causa identificável, mas são facilmente diagnosticadas e podem ser tratadas para evitar o sofrimento de seu filho pet.

Artrose e Displasia Coxofemoral

As articulações dos cães sofrem em demasia com o passar dos anos, uma vez que a cartilagem que sustenta o movimento começa a perder a espessura e torna-se frágil. Essa fragilidade causa dores cada vez mais intensas, pois mesmo o cão distribuindo o peso nas demais articulações, o local já fragilizado continua sendo atingido pelos esforços físicos.

A dor está diretamente relacionada à qualidade das articulações, sejam elas nas patas, na coluna ou no pescoço, se estiverem fragilizadas causarão dores no cão. Entre as doenças articulatórias que mais afetam os cães atualmente estão a Artrose e a Displasia Coxofemoral.

A artrose, assim como nos seres humanos, atinge com maior intensidade os animais maisvelhos e acima do peso, pois as articulações estão fragilizadas e já perderam a integridade de suas cartilagens.

Já a displasia coxofemoral é uma doença hereditária e tem maior incidência em cães de grande porte, essa doença começa a se desenvolver nos primeiros meses de crescimento, dos 4 aos 7 meses (dependendo da raça), pois é nesse período que o corpo do cão começa realmente a crescer.

Sintomas

Um dos principais sintomas das doenças articulatórias está no fato do cão mancar ou coxear, essa atitude é a forma mais simples de evitar a dor para o pet. Alguns cães também podem ficar apáticos e perderem peso durante o desenvolvimento da doença. A rigidez dos membros é algo que sempre devemos ficar atentos, pois assim como o coxear, demonstra o quão frágil está o animal e suas articulações.

Condroprotetores

Possuir consciência das dificuldades de seu filho pet não significa abandoná-lo ao destino, pois graças à biotecnologia existe inúmeras formas de proporcionar o bem estar de seu animal e garantir conforto e saúde ao longo da vida.

O uso de condroprotetores, por exemplo, faz com que toda a cartilagem do cão seja reposta levemente. Esse suplemento alimentar é essencial para cães mais velhos e que já demonstram dores articulatórias. Por não ser um medicamento, pode ser adquirido sem receita e também pode ser administrado em casa, contudo, é importante ficar atento às reações do cão a essa substância.

Além de reforçar o sistema de cartilagem articular, os condroprotetores minimizam a degradação devido ao anos ou ao stress da cartilagem. Essa reposição constante, associada à prevenção do desgaste faz com que o animal possa sentir-se seguro para usar o membro fragilizado e recomeçar o processo de fortalecimento.

Cosequis, o Condroprotetor do Laboratório Novartis

O laboratório Novartis possui fama mundialmente, seus produtos são de altíssima qualidade e visam a saúde e o bem estar de nossos filhos pet. No ramo de condroprotetores Novartis desenvolveu o Cosequis, um condroprotetor ideal para todas as raças de cães e que pode ser utilizado para todas as idades.

O comprimido mastigável faz com que, pouco a pouco, a cartilagem seja reposta, além de aliviar as dores mais intensas causadas pelo esforço de tal articulação. O Cosequis é o condroprotetor utilizado e recomendado pelos profissionais do Hospital Veterinário Pet Son.

Atenção!

Embora os condroprotetores possam ser administrados em domicilio, é importante conversar com um de nossos veterinários para realizar exames e diagnosticar a presença de alguma doença em seu pet. Artrose e displasia são doenças comuns, mas que só são diagnosticadas através de exames e com uma breve visita você poderá sair tranquilo e bem orientado de nosso hospital.